grandes bancos privados will not offer consigned credit to beneficiaries

BRASÍLIA — The country’s large private banks are not going to embark on the proposal approved by Congress and sanctioned this week by President Jair Bolsonaro to offer consigned loans to the beneficiaries of Auxílio Brasil, which multiplicando nasvé os sperias à resurs.

Bradesco, Itaú, Santander, Nubank and BMG are the institutes to decide on credit. A recusa do mercado vem apos o governo lancar a initiative sem, por exemplo, colocar um limite à taxa de juros a ser cobrada.

Após a divulgation of the proposal, levantamento do GLOBO together with financial institutions showed that the consignado was already offered with interest rates of up to 78% ao ao. The exit from the series of the large banks shows that there is a concern about the effectiveness of the measure and its impact on the institution’s own image, pointed out specialists heard by GLOBO.

Som preocupações são, principamente, com o endividamento das pessoas em condición de vulnerabilidade social em um loan que pode comprometer até 40% do valor-base do beneficio (R$ 400).

O presidente do Bradesco, Octavio de Lazari Junior, affirmed na Friday that, como se trata de operación de juros elevados (sem teto definido) eo apuido de R$ 600 tem data para terminar (December), o banco devidiu não oafercer consignado :

— Não se trata de uma aposentadoria ou pension, mas um beneficio a pessoas que estão em difficulitos. Therefore, o Bradesco não vai operar nessa carteira. Estamos falando de pessoas vulneráveis. Em vez de ser uma boa operación para o banco e para o cliente, entendemes que a pessoa teera mais dividido quando o beneficio ceaser.

Entre os demais bancos privados, o Itaú disse que não tem perspectivas de vir a trabalhar com a modality. Santander, Nubank, BMG and Inter will also not offer loans, as will Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (Sicoob).

Yes, the bank PAN informed that it is preparing to offer a credit modality and that its performance will be limited to the provisions of the government’s proposal. In the view of Luis Santacreu, an analyst of the bank sector at Austin Rating, the question of the asphalt of the tete juros is ruim for an imagem dos bancos:

— Você está fazendo um crédito para ajudar uma pessoa em situación vulnerável e põe taxas de juros altas. For a bank, you can show a photo to explore essas pessoas.

Lauro Gonzalez, coordinator of the Centro de Estudos em Microfinanças e Inclusão Financeira da FGV, points out that the banks do not want to be associated with the image they are using as a guarantee for a loan and a transfer of income for naa uma pobreza or na pobreza ou na extreme pobreza oh no.

This could, inclusively, meet ESG practices (meio ambiente, social e governança na sigla em inglês) adopted by large institutions:

— As institutions que de fato staeb investindo em políticas ESG vão se questionar muito se entram ou não nesse mercado e, probabilidade, não vão entrar porque pareque que há quasi um consenso sobre, digamos assim, a ruineddade dessa medida.

Entre os bancos públicos, the Banco do Brasil affirmed that it still analyzes the possibility of operating a credit line, as well as the Banco do Nordeste. O Banco de Brasília (BRB) disse que não vai participar.Já a Caixa informou que os consignados do Auxílio Brasil will begin apos o governmento regulanar a linha, e que as taxas de juros sárão informadas posteriormente. Além disso, disse que orienta os clientse sobre the importance of “crédito consciente”:

“En Caixa orienta aos seus clientes sobre a importancia de se utilizar or crédito de forma consciente, adequando or valor das parcelas ao seu estudio e plannación financiori familiar”.

Santacreu, da Austin Rating, destaca que os beneficiários do Auxílio Brasil estão em situación de vulnerabilidade, using or recurso majoritariamente para subistência, sem condicionados de contratar mais crédito:

— Uma vez que a inflação subiu, acho que os bancos devem ter olhado e pensado que, embora seja o governo quem vai pagar, qual é conveniência de você estar dando mais crédito para uma pessoa numa situao?

O governo está finalizando o decreto com a regulamentação do consignado. Além disso, o Ministério da Cidadania vai editar uma portaria com a list dos bancos credentialados.

Leave a Reply

Your email address will not be published.