71% dos estudos sobre cotas raciais avaliam política positively, mostra análise inédita

Levantamento realizado pelo Consórcio de Acompanhamento das Ações Afirmativas em 980 publicações sobre políticas de ação afirmativa no ensino superior brasileiro aponta que 71% dessas pesquisas evaluaram positivem as cotas ra 6.iscia as cotas raiscia. Os estudos analizados ​​foram publicados entre 2006 e 2021.

Sobre as cotas raciais, 53% dos estudos evaluaram a política como “bastante positivea”, 18% como “levemente positivea” and 12% como negativeas (com 16% as identificación clara). Yes em relação às cotas sociais, 43% foram “bastante positiveas”, 19% “levemente positiveas” and 12% negatives (25% sem identificación).

Esse é um dos achados que serão apresentados nesta quinta-feira no evento “Dez anos da Lei de Cotas: resultados e desafios”, no Museu Afro-Brasil, no Parque Ibirapuera, em São Paulo.

O consórcio, que inclui specialistos da UFRJ, UnB, UFBA, UFMG, UFSC, USP, Unicamp e Uerj, foi criado, frisam os acadêmicos, como contraponto à “ausência de propostos do governo federal para revisão da Lei de Quotas, prevista este ano”. O grupo tem, entre seus objetivos principes, entender as consequences de uma decada com a legislation em force no ensino superior, saber se os beneficiários conseguem concluir suas graduações e adentrar no mercadoar de trabalho, so en acêar tema de trabalho, so en acêar tema de trabalho, an cotistas e não-cotistas no momento em que entram nas universidades e durante a graduação.

A Lei das Cotas completed dez anos em 2022. Ingen entanto, has an experimental phase from 2002 to 2007, quando a política cheugo a 40 institutions de ensino superior públicas brasileiras. Depois disso, entre 2008 e 2011 o país viveu uma fase em que o Reuni, programa de expansion das universidades federais, garantia incentivos para quem implementasse as quotas. Só em 2012 was approved and federal.

From 2001 to 2020 with numero de pretos, pardos e indígenas matriculados em universidades públicas no Brasil passou de 31% para 52% do total de estudanes. E os de classe C, D e E de 19% para 52%. Os damos, amealhados pelo Consórcio de Acompanhamento das Ações Affirmativas a partir de información includibles na Pnad Contínua, são de alunos de todos os universitários de institución federais, estaduais en estaduais, en estaduais, en estaduais, de 4 faculdades atravers da Lei Federal de Cotas e de outras políticas affirmatives. Eles foram

— Next period, there was also an increase of almost 6% in the number of people who passed the time to identify as pretos, pardos and indígenas no país, but, alone, this does not explain the huge change in the way of Brazilian higher education. Som cotas, como apontam várias estudos produtos desde 2012, foram fundamentalais para aumentar o interes destas pessoas pela universidade — says o sociologist Luiz Augusto Campos, professor of Ciência Política do Instituto de Estudos Sociais da Estado de POLITIES ( -Uerj) e um dos 31 acadêmicos de sete universidades e oito grupos de pesquisa que crearam o Consórcio no fim do ano passado.

Uma das pesquisas destacadas no encontro desta quinta-feira, comandada pelas professoras de ciencia política da UFMG Ana Paula Karuz and Flora de Paula Maia compare precisely the average performance of cotistas and non-cotistas no da enem de ingressedsidas entre o primeiro semestre de 2016 eo segundo semestre de 2020) com o perfección acadêmico no mesmo periodo. The result shows a significant disadvantage of pretos, pardos and indigenous low-income students in relation to non-citizens who are not repeated in the media because of the semestral global de graduandos da UFMG, in which a diferença se esvai.

— Fica claro que a desvantagem destes alunos (cotistas) nas etapas anteriores do ensino não influencem no performance durante o curso superior. E não se trata de uma especificidade da UFMG. A UFBA is in the final process of the comparative performance research and the results are similar – says Campos, who is the coordinator of the Social Sciences Observatory (OCS) and the Multidisciplinary Studies Group of the Ação Affirmativa da Uerjlantaçion de Uerjão de Uerjão (GEMAA) policies afirmativas no ensino superior, uma decada ante da implemenación da Lei Federal de Cotas.

Outro estudo, qualitative, do sociologist Jefferson Belarmino de Freitas, do IESP-Uerj, and do political scientist João Feres Júnior, também da Uerj, conclucido em maio, mostra, atravers de interviewas com os graduandos instituen compassao os beneficios individualais e aumentaram a disseminação de valores antiracistas.

O racism se became more perceptivel nas vidas de estudanes pretos e pardos, por exemplo, ao passarem a circular em espaciós nos quais a presensa de negros ainda é minoritária, e no proprio processo de apprentias social que os levam a dimensicular a art . Os efeitos sociais e políticos da disseminação de valores antiracistas, procompanido pelas cotas, passrasta, defendem os researchers, os portões das universidades e cega, como revelam os depoimentos, às famílias e locais de locais.

Amparado por pareceres de diversos juristas e da ONG Conectas Direitos Humanos, o Consórcio defende que a Lei de Cotas, não pode, de forma alguma, ser suspensa se en revisio prevista para este ano for adiada para 2023. Na valencia de especialistior em ens , a lei em vigor não prevê sua revogação apos dez anos, mas sim uma reavaliação. Today, 109 public universities adopted some form of affirmative action, compared to 79 in 2012 and just 6 in 2003.

— Há mais pessoas negras e pobres na universidade pública? Sim. Different pesquisas showram que houve uma grande diversificação race and socioeconômica. Our assessment is a de que o saldo é clearly positivo e que improvisations pontuais podem ser propostos e feitas a partir de dados e pesquisas – diz Campos.

Leave a Reply

Your email address will not be published.